Seja bem-vindo ao site da Clinica Santa Fé

Aberto : 24 horas |
Contato : (86) 2106.8421

Aumenta a procura por Parto Humanizado em Teresina

Aumenta a procura por Parto Humanizado em Teresina

As maternidades privadas e públicas de Teresina estão comemorando os números expressivos de gestantes que buscam o Parto Humanizado na hora de terem seus bebês, reduzindo a busca pelo parto Cesário. Em apenas uma maternidade da Capital, a busca aumentou em 80%, no último bimestre foram mais de 30 partos humanizados.

As equipes médicas têm de seguir premissas importantes no que se refere ao parto humanizado, como verificar a temperatura do ambiente em que será feito o parto, assegurar o contato pele a pele imediato entre mãe e bebê, estimular o aleitamento materno na primeira hora de vida e postergar os procedimentos de rotina neste intervalo de tempo.

Além disso, quando despendem de tempo e disposição, gestantes têm procurado por alternativas complementares para garantir que as chegadas de seus filhos sejam feitas da forma mais humana e natural possível, respeitando suas decisões e necessidades.

De acordo do diretor da maternidade, Valdir Pessoa de Brito, afirma que as mulheres que a procuram são, geralmente, aquelas mais preocupadas com a humanização e que desejam ter mais contato com o filho durante seu nascimento.

“O parto humanizado é realizado em uma sala especial e profissionais capacitados para o parto humanizado. Uma das técnicas mais utilizadas é o parto na água, em uma banheira. “A água diminui as contrações, relaxa os músculos, encurta o período do trabalho de parto e favorece a posição vertical, considerada a melhor tanto para a mulher quanto para o bebê”, explica.

Além dos benefícios durante o parto, algumas mulheres que preferem parir na água acreditam em vantagens para o recém-nascido. É o caso da administradora Glaucia Gonçalves, 40. “Eu não queria entrar para ter meu filho em um parto altamente programado que você não sente emoção. No parto humanizado tive meu marido ao lado o tempo todo, além da preparação ser maravilhosa, dancei, sorri e tive o parto mais tranquilo do que eu podia imaginar”, disse.

Embora o parto humanizado ainda esteja em fase de descoberta para muitas gestantes, cada vez mais especialistas se dedicam a prática e surgem serviços especializados. As gestantes que se interessarem pelo assunto devem, antes de tudo, conversar com um obstetra.

O obstetra Jaison Soares explica que muitas mulheres acreditam que o parto na água seja melhor porque o bebê encontra fora da barriga um ambiente mais parecido com o útero. Para ela, o maior benefício é a comodidade no trabalho de parto. Ele alerta, entretanto, para os cuidados que devem nortear o procedimento. “O parto normal humanizado deve ser realizado com a segurança e o suporte de uma equipe preparada, além de um hospital que ofereça suporte para qualquer procedimento cirúrgico de emergência, pois o bem-estar de mãe e bebê são imprescindíveis”, concluiu.